• Facebook
  • Instagram
  • YouTube
Site Oficial
Site Oficial
Site Oficial
Contato
Contato
Contato
Seja nosso parceiro!
Seja nosso parceiro!
Seja nosso parceiro!

Músicas que curam

17.12.2015

 

Hoje é o 245º aniversário de Beethoven, um compositor alemão muito mal compreendido em sua época, mas que independente de seus reveses, nos deixou um lindo legado para desfrutar, e mais, segundo pesquisas científicas recentes comprovam seus benefícios em nosso campo energético, inclusive nos tratamentos de redução de células cancerígenas.

 

Beethoven foi capaz de canalizar informações das dimensões mais elevadas, conseguiu codificá-las para nossa esfera, sendo prova viva da nossa capacidade interior de nos libertarmos das limitações físicas, no caso do compositor, libertando-se inclusive de sua deficiência auditiva.

 

Ouvir desde a 5º sinfonia até o quarteto de cordas de Beethoven, permite que entremos em sintonia com vibrações sutilizadas, conectando-nos com os sons do Universo e da Mãe Gaia. Para aqueles que se permitem escutar com todo o corpo, deitar-se no chão, próximo a natureza, para sentir a vibração dos sons da Terra, também é uma excelente terapia.

 

Outra forma de nos conectarmos com essas dimensões mais sutis é ouvir os sons dos pássaros. Há sons que os pássaros podem transmitir à nossa esfera que as palavras não são capazes. Alguns deles em específico, como os emitidos pelo pássaro Azulão, permitem acessarmos freqüências sutis da 7D, trazendo a nossa extensão um “senso de claridade”. A autora Barbara Hand Clow, explica que “a sétima dimensão tem algo a ver com os Azulões e o cinturão azul que cerca este planeta, que convida os humanos a se irradiar para toda a biosfera que ocupam”.

 

Sabendo que todos esses benefícios se encontram a nossa disposição, tomamos a liberdade de usufruir deles para nossa harmonização. É muito importante em todo processo terapeutico e uso dessas ferramentas estarmos conscientes da fé por tráz de todas nossas escolhas. Temos a oportunidade de conectar com esses sons que refletem a glória das dimensões altas. Tudo que temos que fazer é nos permitir.

 

Ouça:

O canto do azulão 

Beethoven 5º Sinfonia 

Beethoven Quarteto de cordas (Op 18 n.2) 

 

Please reload